Pesquisar este blog

terça-feira, 21 de maio de 2013

Amor

Amor, 
Amor vem brincar comigo, 
vem cantar cantigas de roda
e dançar a noite inteira.

Amor,
Amor vem ser meu par,
faço reverência para te conquistar,
vem dançar.

Amor,
Amor vem morar comigo,
arrumo a mesa e faço o jantar,
vem, tome um vinho e te faço carinho.

Amor, 
Amor vamos sair pela noite,
cantar para as estrelas e
brincar de contar.

Amor,
Amor deite na cama que é nossa,
descanse em meus braços,
vamos sonhar.

Manoel Vinícius Souza

O que sou e não

Se não sei  o que sou
me perco no mundo!
Mas sou tudo que no mundo existe,
sou árvore, água, rocha,
ar, solo, tijolo, fóssil!
Sou deus!
Sei o que sou o que o mundo sente,
sei o que não sente!

Sei o que não sou!
Sou o que poderia ser
e ser o que gosto de ser
e deixar de ser o que sou
para ser tudo que
no mundo é.

E se continuar sendo a inexistência
por essência
seria meu contorno e poesia.

Serei o fim, o meio e o início!
Me deixaria de ser.
Me deixo viver.

Manoel Vinícius Souza

Sem Fernando!


O mundo não seria mundo sem Fernando Pessoa! 

Mas não houve Fernando Pessoa e nem metafísica!

O que houve então?
Houve, e há, o mundo.



Manoel Vinícius Souza

domingo, 19 de maio de 2013

Renascimento


A idade chega,
chamamos o Tempo de "Senhor".
O Tempo nunca existiu...
O Tempo não passa...
O Tempo não é uma personificação...
O Tempo, O Tempo,
o tempo...

Se não há o tempo há a vida e a poesia.
Atemporal.
Não envelhecemos,
caminhamos com todos os seres pelas Terras,
pelas vidas...
Ganhamos novas dimensões,
conquistamos reinos e corações.
Vivemos.

E se te perguntarem do Tempo?
Diga que ele foi morto
para que você vivesse.

domingo, 12 de maio de 2013

Barulhos e batida

Todo esse barulho, 
toda essa correria,
todas as peças que se fazem necessárias
para formar a pintura. 
Se você pode sentir e 
viver o sentimento, 
perceberá que há algum lugar que possa ir.
Suba no altar das poesias, 
faça uma oração e 
peça que o barulho e essa batucada nunca parem,
que se espalhem pelo mundo
como mensagens que todos possam entender. 
Todo esse sentimento pode
inundar o ser e nos tornar humanos
repletos de entendimento.
Esse barulho,
essa batucada,
essa correria e 
a falta de ar
são as falas do coração batendo
porque se viu totalmente amando...

Manoel Vinícius Souza